Um espaço aberto à opinião desde que respeite a opinião dos outros.

02
Out 07

 

Exma. Sra.
Presidente da Assembleia Municipal
Srs. Deputados Municipais
Minhas Senhoras e Meus Senhores
Face à Declaração de Impacte Ambiental desfavorável, para a
construção do traçado da Variante a Estremoz do IP2 e
considerando a necessidade da sua construção urgente, solicito a V.
Exa., Sra. Presidente, que coloque à votação, a seguinte:
MOÇÃO
A Assembleia Municipal de Estremoz reunida na sua sessão
ordinária de 21 de Setembro de 2007, vem reiterar junto dos
órgãos competentes, a necessidade da construção urgente, da
Variante a Estremoz ao IP2 e:
1.Estranhar que, em 14 anos, não tenham sido estudados e
apresentados traçados alternativos pela promotora da obra.
2.Lamentar que o tráfego da Estrada Nacional18, continue a
passar pelo centro da cidade, junto a várias Escolas, Pavilhão e
Piscinas Municipais, Lar para Idosos, Centro de Saúde,
Urgências e Centro de Emprego, locais onde se deslocam,
diariamente, centenas, senão milhares de cidadãos.
3.Que nos traçados alternativos a apresentar, sejam reduzidos
os Impactes Negativos ao mínimo possível.
4.Reafirmar que:
a) A construção da Variante é de importância crucial,
para a Cidade, a Região e o País.
b) Os poderes públicos locais, regionais e nacionais,
têm mostrado vontade política para que a Variante
seja construída.
c) Se compreendem e aceitam as razões apresentadas
para que a decisão, do Ministério do Ambiente,
tenha sido negativa.
d) Aqueles que nos elegeram anseiam pela construção
urgente da Variante, que os estudos para a sua
construção e a sua concretização tenham carácter
prioritário.
5. Dar conhecimento do teor desta moção a: todos os
munícipes, à comunicação social local, regional e
nacional, ao Governo Civil, aos Ministérios das Obras
Públicas e do Ambiente e às Estradas de Portugal SA.
Estremoz, 21 de Setembro de 2007
O Grupo Municipal do Partido Socialista


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.