Um espaço aberto à opinião desde que respeite a opinião dos outros.

29
Nov 06

Começa quinta feira a cozinha dos ganhões, um certame que já vai na sua 14ª edição, longe vão os anos em que alguns amigos sentados à mesa, tiveram a ideia de trazer à sede de concelho, os petiscos tradicionais,  ideia que o município da altura abraçou, metendo mãos à obra e realizou o evento no Rossio Marquês de Pombal, numa barraca coberta por rama de eucalipto, depois teve melhores dias nas questões de local, passando para o pavilhão do mercado Abastecedor, onde esteve até existir o novo pavilhão central do Parque de feiras e exposições, onde se realizaram alguns eventos e actualmente está no pavilhão multiusos, dotado com vinte cozinhas equipadas com mobiliário moderno e uma área aproximada de 2500 metros, para a realização do certame, poderemos encontrar neste local, uma diversidade de produtos regionais, que vão do pão até ao enchidos sem esquecer os queijos ou os frutos da época. Este ano é incluída uma nova vertente no certame, as provas de produtos regionais, segundo pude apurar, as provas serão de  vinhos da região de Estremoz e de azeites. Por todos estes motivos, não deixe de visitar Estremoz no próximo fim de semana e venha degustar, o verdadeiro sabor da gastronomia estremocense.

publicado por . às 00:01

Provas de Vinhos, Enchidos e Azeites. www.cm-estremoz.pt - Obrigado pela preciosa divulgação deste evento. C.M.E.
C.M.E. a 29 de Novembro de 2006 às 18:15

Caro Albino,
Parabéns pelo artigo, finalmente alguém a escrever de forma coerente, sem qualquer tipo de facciosismo, relativo à Cozinha dos Ganhões. A Cozinha realiza-se este Fim-de-semana e, só após a sua realização, se poderão tirar conclusões.
Ao contrário do que, alguns estremocenses querem fazer crer no meu “Alto da Praça” e não só, Cozinha dos Ganhões e Festa da Vinha e do Vinho apenas têm em comum o facto de se realizarem num curto espaço de tempo. A essência é diferente.
Boa Cozinha para vocês, estou a planear uma passagem pela cidade do Gadanha.
Um abraço.
Joaquim Trincheiras a 29 de Novembro de 2006 às 21:08

O Mistério da Calçada Amarelada

O Mistério absorve as conversas de café, do alentejano ao come e caga, ou caga e come, ou o que lhe quiserem chamar, não é que a calçada ficou amarela? Tipo mostarda, ou melhor tipo flocos de aveia com leite, ou ainda tipo langonha pessonhenta.

Ela, a langonha, envolve todo o núcleo de Santo André, Tribunal incluido, numa marcação tipo; aqui não votaram PS, tomem lá disto, é óbvio que o energúmeno que se divertiu a pintar a calçada já deve estar longe, se não está devia estar. Quem teria sido o mentor desta excelente ideia, o Grande "pequeno" Engenheiro do Ambiente, Franco ou o Grande "pequeno" "engenheiro" ou não, Vereador do Respectivo pelouro, ou melhor deploro, quem quer que seja, o opinioso ou icidioso devia ser colocado a limpar pedrinha por pedrinha para que quando nova ideia pela cabeça lhe passar, pensar duas vezes e já agora passar erbicida no seu quintal para experimentar se sabe a aveia.

Fala barato ou demasiado caro admira a dedicação de tamanha devoção ou aberração.
energumeno . etz a 30 de Novembro de 2006 às 23:29

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.