Um espaço aberto à opinião desde que respeite a opinião dos outros.

15
Out 06

Esta deve ter sido eleita a semana nacional da piada pelo governo, senão vejamos:

Ministro da saúde, " se os Portugueses vão ao cinema e fumam, podem pagar 5 euros no internamento hospitalar"

Ministro da economia ," A crise em Portugal Terminou "

Ministro do trabalho e da segurança social, envia documento aos parceiros sociais a alertar, que o salário mínimo nacional, está 96,63 abaixo da lei.

Depois destas piadas, vamos ver o que este governo, nos manda de piadas para a proxima semana.

Em jeito de comentário às piadas:

O ministro da saúde esqueceu-se, que eu fumar ou ir ao cinema é porque quero, agora o ficar internado num hospital, não me é dado a escolher é-me imposto, logo deveria ser cumprido o estipulado no Artigo 6º da Constituição da Republica
(Saúde)

1. Todos têm direito à protecção da saúde e o dever de a defender e promover.

2. O direito à protecção da saúde é realizado:

    a) Através de um serviço nacional de saúde universal e geral e, tendo em conta as condições económicas e sociais dos cidadãos, tendencialmente gratuito;

    b) Pela criação de condições económicas, sociais, culturais e ambientais que garantam, designadamente, a protecção da infância, da juventude e da velhice, e pela melhoria sistemática das condições de vida e de trabalho, bem como pela promoção da cultura física e desportiva, escolar e popular, e ainda pelo desenvolvimento da educação sanitária do povo e de práticas de vida saudável.

3. Para assegurar o direito à protecção da saúde, incumbe prioritariamente ao Estado:

    a) Garantir o acesso de todos os cidadãos, independentemente da sua condição económica, aos cuidados da medicina preventiva, curativa e de reabilitação;

    b) Garantir uma racional e eficiente cobertura de todo o país em recursos humanos e unidades de saúde;

    c) Orientar a sua acção para a socialização dos custos dos cuidados médicos e medicamentosos;

    d) Disciplinar e fiscalizar as formas empresariais e privadas da medicina, articulando-as com o serviço nacional de saúde, por forma a assegurar, nas instituições de saúde públicas e privadas, adequados padrões de eficiência e de qualidade;

    e) Disciplinar e controlar a produção, a distribuição, a comercialização e o uso dos produtos químicos, biológicos e farmacêuticos e outros meios de tratamento e diagnóstico;

    f) Estabelecer políticas de prevenção e tratamento da toxicodependência.

4. O serviço nacional de saúde tem gestão descentralizada e participada.

Em relação ao ministro da economia, só pode ser mesmo piada e devia, levar um puxão de orelhas do governo, por andar a dizer verdades, quando o governo mente.

Se o ministro do trabalho admite que está fora da lei, que comentarios fazer... deu razão aos trabalhadores que se manifestaram no dia 12 de Outubro, portanto demitam-se.

publicado por . às 10:41

O PS no governo com maioria absoluta é uma catástrofe para as regalias sociais, só faz lembrar uma míni ditadura encapuçada que tem como objectivo, restituir aos ricos o poder sócio económico do País e trabalhadores na miséria, pois uma pessoa ter uma casa isso é que era bom, um operário ter um filho na universidade onde é que se viu, ter médicos de borla isso foi uma parvoíce do PS pelas mãos do Arnault em 1975 que tem de ser corrigida, tens dinheiro vives não tens morres é que a esperança de vida aumentou então temos de diminuir essa situação. Enfim este governo é uma M...
quase de mascara a 15 de Outubro de 2006 às 15:30

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.