Um espaço aberto à opinião desde que respeite a opinião dos outros.

28
Set 06

Sai amanhã para as bancas o Jornal ECOS acompanhado do suplemento  "A bola já rola..."

 

 

 

 

 

publicado por . às 22:24

É uma pena folhear o jornal Ecos, e ler um editorial, dum "artista" que se julga muito sábio e conhecedor, quando no entanto não passa de um ilustre e triste artista da má lingua , e que infelizmente alguém nomeou director de um jornal que até é bastante agradável e bem construido . E acho piada, porque há duas edições para cá, esse "senhor director"não deve ter mais nada de interesse para discutir, a não ser dizer mal das Festas de Setembro. Costuma-se dizer que quem desdenha quer comprar. E a conclusão a que chego, é que esse senhor, deve ter gostado muito das Festas, uma vez que já por duas edições vem a dizer mal, ao contrario da maioria das pessoas que por acaso até foram sondadas pelo seu jornal e assim confirmam.
Enfim, como esse "artista" da linguistica não deve ter mais assuntos para comentar, voltou-se para as Festas de Setembro.Pena é esse "jovem" esquecer-se que ainda ele andava na barriguinha da mãe, e já as festas existiam há muito tempo, e são uma tradição que nem estes "gatos pingados" têm moral para denegrir.
Senhor director do Ecos, abra os olhos, e diga mal daquilo que deve dizer, e não diga mal da tradição popular. O senhor ainda é um "jovem", e nunca deve ter dado o corpo ao manifesto em prol de uma causa como esta em que as receitas vão para instituições de solidariedade social.Um conselho: senhor director do ecos, os seus editoriais ultimamente vêm com um conteúdo temático dignos de um qualquer pasquim. Não têm qualidade nenhuma para um jornal com a qualidade do Ecos, jornal quemerecia alguém mais "inteligente" na sua condução. Desejo as melhoras "mentais" ao Sr. Director. Quanto ao Ecos , parabens . E uma palavra de apreço a quem faz a montagem e elaboração do mesmo. Essas pessoas sim, estão de parabens .
J a 30 de Setembro de 2006 às 23:15

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.