Um espaço aberto à opinião desde que respeite a opinião dos outros.

23
Ago 06

( foto imagens do universo)

Uma morte anunciada como poderemos dizer, amanhã vamos esquecer, o que decorámos na escola, depois da União Astronómica Internacional (IAU) reunida em Praga, decidir que Plutão deixa de ser planeta, depois de durante 76 anos ter sido considerado como tal, admitindo a comunidade cientifica, que em 1930 quando se classificou Plutão como planeta, foi um erro.

Uma das questões que se levantou, sobre Plutão ser ou não planeta, foi o aparecimento de mais três corpos celestes, que levariam ao aumento do nosso sistema solar para 12 planetas, passando Ceres, Caronte e o corpo UB-313 ou Xena (ainda sem nome atribuído), a ser denominados de Planetas. UB-313  descoberto em 2003, está a gerar controvérsia no meio da comunidade cientifica, devido ter uma dimensão superior a Plutão.

Segundo o cientista Junachi Watanabe, o problema surge porque até ao momento, não existe uma definição científica, do que é um planeta.

Ficamos a aguardar noticias de Praga, para sabermos se passamos para 8 planetas, (menos um para decorar na escola) ou se passamos para 12.

Aqui fica uma chamada de atenção para os Professores, que leccionam esta matéria, pois poderão ter de dizer aos seus alunos, o que se encontra no livro não é verdade hoje, mas sim a verdade de ontem.

Onde é que eu já ouvi isto “ O que é verdade hoje, pode ser mentira amanhã “.

Noticia da SIC sobre o assunto

publicado por . às 22:15

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.