Um espaço aberto à opinião desde que respeite a opinião dos outros.

05
Nov 07

Quem não gosta daquela imagem, todos, pena seja que só tapou um imóvel mal conservado, era bom que a mesma solução, aparecesse em relação a outros edifícios como o que está a 10 metros e a outros, espalhados pela cidade. Penso que se a moda pega, começamos a parecer com a capital, em fim, modernices o que era necessário mesmo, era arranjar os edifícios e não tapar o sol com a peneira.

Os comentários no BLOGSPOT

 

Anónimo disse...

sr albino deixe-se disso!
concordo com muitos post que o sr tem aqui mas este era desnecessário!
a cidade precisa de "modernices" e de desenvolver, e nao de ficar em desenvolvimento!
se fica como a capital ainda melhor, queremos mas é uma cidade desenvolvida!

4 de Novembro de 2007 16:12

Eliminar
Albino disse...

Desnecessário? Bom se quiser perceber o que está esrito é uma coisa, se não quer ver o problema é outra. O post. critica a solução não pela publicidade. mas sim pelo tapar o edificio, quando o mesmo se encontra degradado.Se a solução é essa, para resolver os imóveis degradados que existem em Estremoz, ficamos a aguardar a queda como aconteceu no Largo do Espirito Santo. A chamada de atenção, é mesmo para a recuperação dos edificios, como se costuma dizer: "não podemos confundir a bota com a perdigota".

5 de Novembro de 2007 15:21

Eliminar
Anónimo disse...

ALBINO BEM HAJA
SE QUEREMOS UMA CIDADE DE LIXO VARRIDO PARA DEBAIXO DO TAPETE ENTÃO VIVAM AS MODERNICES MAS!....SERIA BOM QUE SE AS VASSOURAS FOSSEM BASTANTE GRANDES PARA TANTA VERGONHA DOS IMÓVEIS EM VIA DE DERROCADA NA NOSSA CIDADE

6 de Novembro de 2007 2:58

publicado por . às 15:24

01
Nov 07

 


O Estremoz em debate, tem estado a recuperar os elementos que estavam contidos na antiga página do Município de Estremoz, em virtude de considerar que a mesma continha bastantes elementos pedagógicos, de elevado valor para as escolas do concelho e como este dados foram retirados, nós iremos colocar de novo no seio da WWW. todos os elementos que consideramos terem valor pedagógico.
Será sempre efectuado no texto final a referencia à origem dos dados com: " Município de Estremoz - página antiga".
Espero assim colmatar uma lacuna, que ficou com o retirar da página antiga.

 


29
Out 07

 

 




Não há velório nem morto
Nem círios para queimar
Quando isto der prò torto
Não te ponhas a cavar

Quando isto der prò torto
Lembra-te cá do colega
Não tenhas medo da morte
Que daqui ninguém arreda

Se a CAP é filha do facho
E o facho é filho da mãe
O MAP é filho do Portas
Do Barreto e mais alguém

Às aranhas anda o rico
Transformado em democrata
Às aranhas anda o pobre

Sem saber quem o maltrata

Às aranhas te vi hoje
Soldado, na casamata
Militares colonialistas
Entram já na tua casa

Vinho velho vinho novo
Tudo a terra pode dar
Dêm as pipas ao povo
Só ele as sabe guardar

Vem cá abaixo ó Aleixo
Vem partir o fundo ao tacho
Quanto mais lhe vejo o fundo
Mais pluralista o acho

Os barões da vida boa
Vão de manobra em manobra
Visitar as capelinhas
Vender pomada da cobra


A palavra socialismo
Como está hoje mudada
De colarinho a Texas
Sempre muito aperaltada

Sempre muito aperaltada
Fazendo o V da vitória
Para enganar o proleta
Hás-de vir comigo a glória

O Willy Brandt é macaco
O Giscard é macacão
O capital parte o coco
Só não ri a emigração

De caciques e de bufos
Mandei fazer um sacrário
Para por no travesseiro
Dum cura reaccionário

Não sei quem seja de acordo
Como vamos terminar
Vinho velho vinho novo
Viva o Poder Popular



imagens " Tócolante "


Apenas como nota de rodapé se se mudar alguns nomes está muito actual não é?

publicado por . às 19:32

27
Out 07

ECOS nº 30 link


 

 


10 de Novembro (Sábado)



10.00 H - Sessão Solene de Abertura da Festa da Vinha e de Vinho, no Pavilhão de Espectáculos da Festa



10.30 H - Hastear das Bandeiras, com: * Banda Filarmónica do Centro Cultural de Borba * Sociedade Filarmónica Luzitana (Estremoz) * Banda Musical Castromarinhense (Castro Marim)



11.00 H - Desfile de Bandas Filarmónicas, pelas ruas da Vila



11.30 H – Circuito das Tascas, com a Confraria dos Enófilos do Alentejo e a Confraria Gastronómica do Alentejo, animado pela Orquestra de Percussão de Estremoz - Tocábombar – pelas Tascas da Vila



15.00 H – XIII Festival de Bandas Civis – Concerto (organização da Banda Filarmónica do Centro Cultural de Borba), no Pavilhão de Espectáculos da Festa



17.00 H - Torneio Triangular de Futebol de Veteranos, no Campo Municipal de Futebol de Borba (Organização: Grupo União Veteranos Borbenses): * Grupo União Veteranos Borbenses (Borba) * Eléctrico de Ponte de Sor (Ponte de Sor) * Clube Recreativo Barroquense (Cova da Piedade)



22.00 H – Espectáculo de Noite de Ópera, no Pavilhão de Espectáculos da Festa



11 de Novembro (Domingo)



09.00 H – Torneio de Malha (Organização: Centro de Cultura e Desporto da Matriz), no Largo da Fonte das Bicas



14.00 H – Desfile de Folclore, pelas ruas da Vila



14.30 H – Encontro de Folclore, no Pavilhão de Espectáculos da Festa * Rancho Folclórico Cravos e Rosas do Alentejo (Borba) * Rancho Folclórico do Cartaxo (Cartaxo) * Rancho Folclórico do Poceirão (Palmela)



20.30 H – Abertura da Noite de São Martinho



21.30 H – Espectáculo Musical com José Cid e a Big Band, no Pavilhão de Espectáculos da Festa



12 de Novembro (2ª Feira)



21.30 H – Encontro de Bandas de Garagem, no Pavilhão de Espectáculos da Festa * 6B (Borba) * Soversion (Elvas) * Hangover (Estremoz) * Insert Coin (Borba)




13 de Novembro (3ª Feira)



10.00H - Torneio Inter-EB1 de Futebol de 7 (Organização: Câmara Municipal de Borba e Agrupamento de Escolas do Concelho de Borba), no Pavilhão Gimnodesportivo de Borba



21.00 H - Noite de Dança, no Pavilhão de Espectáculos da Festa * Grupo Juvendance (Orada) * Grupo N’Club (Nora) * Grupo Flash Dance (Rio de Moinhos) * Grupo “Top Dance” (Barro Branco) * Grupo “Star Kids” (Borba) * Mini Multi Ritmos e Multi Ritmos da Santa Casa da Misericórdia de Borba * Danças de Salão – Grupo de Teatro Amadores de Vila Viçosa * Grupo - Estremoz



14 de Novembro (4ª Feira)



21.30 H - Espectáculo Musical “Fado de aquém e de além Tejo”, com Mário Moita e os Trovadores do Sul, no Pavilhão de Espectáculos da Festa


15 de Novembro (5ª Feira)



21.30 H – Noite Stand Up Comedy com Nilton e Serafim - no Pavilhão de Espectáculos da Festa


16 de Novembro (6ª Feira)



22.00 H - Espectáculo Musical com WOK - Ritmo Avassalador (integrado no Projecto Musical TocaRufar), no Pavilhão de Espectáculos da Festa


17 de Novembro (Sábado)



10.00 H – Torneio de Rugby, no Campo de Futebol Municipal



10.30 H – Concurso Regional do Rafeiro do Alentejo, no Largo da Fonte (Organização: ACRA – Associação de Criadores do Rafeiro do Alentejo)



14.30 H – A Carochinha apresenta Concerto no Ervilhal – Um musical mágico com a Carochinha e os seus amigos (Espectáculo para os mais novos), no Pavilhão de Espectáculos da Festa



19.00 H - Espectáculo Musical com o Grupo de Harmónicas de Ponte de Sôr, junto aos restaurantes



22.30 H - Espectáculo Musical com Blasted Mechanism, no Pavilhão de Espectáculos da Festa



18 de Novembro (Domingo)



10.30 H – Colóquio “Organização Comum do Mercado (OCM) do Vinho”, no Pavilhão de Espectáculos da Festa



11.00 H – Desfile de Fanfarras, pelas ruas da Vila * Fanfarra dos Bombeiros Voluntários de Borba * Fanfarra dos Bombeiros Voluntários de Barcarena



16.00 H - Entrega de Prémios do Concurso de Poesia Popular Alentejana, (Organização: Centro de Cultura e Desporto da Matriz - Borba), no Cine-Teatro de Borba~



17.30 H - Cerimónia de Encerramento da Festa da Vinha e do Vinho 2007, seguida de Espectáculo com Mafalda Arnauth, no Pavilhão de Espectáculos da Festa Actividades Paralelas- Animação Infantil com a Família Nody (dias 17 e 18 de Novembro)- Ciclo de Cinema – Cine-Teatro de Borba- Espaço de Animação Nocturna (muita música com os DJ’s profissionais João Rocha, Jorge Martins e Paulo Dias. (Diariamente entre as 00H e as 04H)- Decoração de Montras (Alusiva à temática da vinha e do vinho, com a colaboração dos comerciantes borbenses)- Concurso de Fotografia Digital “Passeios com Sabores”10 (Sábado) - passeio TT “à descoberta do Concelho de Borba, por declivosas serranias, amplas planuras e profundas pedreiras” - itinerário Slow Food “rota das tabernas, do vinho e do petisco”11 (Domingo) - caminhada ”por capelas, vinhedos e adegas”12-16 (2.ª-6.ª) - caminhadas: “à descoberta de Borba, seguindo o mármore”“rota das tabernas” “em redor de Borba, por olivais, vinhas e pedreiras”17 (Sábado) - encontro “Renault 4 – o jeep do povo”18 (Domingo) - encontro “Renault 4 – o jeep do povo”Passeio BTT “a rota do mármore”Contactos / Informações acerca dos Passeios com Sabores: Telef. 268889205 / Tlm. 918634269 / e-mail: ggeotrails@gmail.com / www.geotrails.pt
publicado por . às 16:00

13
Out 07

Manifestações

Dia 18 de Outubro, prevê-se uma grande manifestação da Administração Local, no Parque das Nações, em defesa das carreiras e liberdade sindical. Esperamos, que não volte a acontecer o que sucedeu em Coimbra e na Guarda. Já lá vão os tempos, em que podíamos observar em Lisboa, Manifestações, muito idênticas às que vimos, só faltava a saudação Romana, em que as gentes do aparelho e os jovens, marchavam ecoando as seguintes palavras, que poderiam ser muito bem empregues hoje em dia, apenas, com algumas adaptações:

  • - Quem vive?
  • - Portugal, Portugal, Portugal!
  • - Quem manda?
  • - Salazar, Salazar, Salazar!

Como as saudades até são muitas não esquecemos que foi eleito há pouco tempo Como a maior figura Portuguesa de sempre.


09
Out 07

RESULTADOS E MANDATOS - AUTARQUICAS 2005 - ESTREMOZ

Faz 2 anos, que por esta hora, estavam apurados os seguintes resultados nas urnas :





Hoje, passados dois anos, podemos fazer um balanço se assim o entender-mos.
Ficam aqui, algumas das promessas do actual executivo no seu programa de candidatura, diga de sua justiça.
  • Criaremos condições para a instalação de empresas nas Zonas Industriais de Arcos e Estremoz.
  • Rentabilizaremos o potencial turístico, valorizando e promovendo o concelho de Estremoz como destino turístico primordial.
  • O ordenamento territorial é uma prioridade dos municípios do novo milénio. Neste âmbito a revisão participada do Plano Director Municipal (PDM) é um compromisso inequívoco que assumimos.
  • Interviremos em conjunto com o Governo de Portugal na reabilitação e qualificação dos centros urbanos em especial no Bairro de Santiago – Estremoz (Rede de águas e esgotos, arruamentos, iluminação, espaços verdes, ordenamento de trânsito).
  • Apostamos em novas políticas de habitação. Financiaremos a recuperação das áreas urbanas degradadas e a construção nos aglomerados urbanos (cidade e freguesias).
  • Realizaremos intervenções nos pavimentos dos bairros, nos aglomerados populacionais e nos caminhos rurais.
  • Criaremos condições para a construção de parques de estacionamento nas zonas históricas.
  • Asseguramos a construção da variante a Estremoz do IP2, cuja construção reivindicámos de imediato junto do Governo.
  • Dignidade, conforto e segurança são as razões que nos levam a assumir o compromisso de construir o Terminal Rodoviário.

Estremoz – Cidade Bonita

  • Tornaremos os Centros Urbanos agradáveis e com qualidade de vida, não só para os habitantes, mas também para aqueles que nos visitam.

Estremoz Concelho Verde – Água, Saneamento e Educação Ambiental

  • Reivindicaremos junto do Governo de Portugal o cumprimento de um compromisso de sempre: a construção da Barragem de Veiros.
  • Ampliaremos as redes de distribuição de água e de saneamento básico a toda a população das freguesias rurais.Tornaremos “Estremoz, Concelho Verde”.
  • Desenvolveremos acções de Educação Ambiental com parcerias locais, regionais e nacionais, orientadas para as crianças e jovens, as empresas e as pessoas em geral.
  • Participaremos em conjunto com os outros municípios, o Governo e empresários na resolução de problemas ambientais e na reutilização de lixos e desperdícios.

Estremoz e as Energias Alternativas

  • Apostaremos no projectos de aproveitamento de energias alternativas destinados aos equipamentos e viaturas municipais e no incentivo às iniciativas empresariais tendentes ao aproveitamento de energias alternativas (eólica, etc.).

 

 

8 Comentáros  no Blogspot

Anónimo disse...

São realmente bonitas promessas. Passados dois anos o meu sonho e pelo menos o sonho de 2870 estremocenses não se tornou realidade. Antes pelo contrário vamos estando cada vez piores e só vimos o desenvolvimento passar-nos ao lado.

Anónimo disse...

Só promessas, que eu saiba nada fizeram para desenvolver a cidade.
O projecto do Rossio ao que li foi para o lixo.
A zona industrial de Arcos levou o mesmo caminho.
Não se onsegue andar em Santiago com as obras.
Nem financiam obras nem recuperam o património que têm a cair.
Os caminhos rurais é uma anedota cada vez mais esburacados.
Os parques de estacionamento na zona histórica histórica são uma maravilha até se for preciso são a solução para o novo aeroporto de Lisboa.
A variante do IP2 é outra anedota para juntar ao terminal Rodoviário.
Qualidade de vida é cada vez mais coabitante com o lixo.
depois a anedota seguinte é a barragem em Veiros, o concelho ser verde e ter energias alternativas ainda estou para saber onde colocam os aerogeradores.
Promessas só promessas estão com metade do mandato e nada fizeram a não ser parar os projectos existentes.
Os habitantes de Estremoz, começam a ficar fartos destas politicas de entrave, em que se começa a gastar o nosso dinheiro e depois, muda a cor da camara e pára a obra. Estamos fartos, acabem o rossio, que foi a nossa vontade, para isso, eu e muitos Estremocenses, preenchemos um inquérito, o projecto era viável ou serão os gajos da parque expo, que decidem o que os nossos residentes querem?
Estremoz está a ter uma marca, a do subdesenvolvimento.
Mal empregado voto que vos dei neste dia.

Ana S, disse...

Estremoz melhorou bastante nestes últimos dois anos, basta para isso dizer que foi RECOLOCADA no mapa de eventos do Alentejo e porque não, do País. Há coisas a fazer mas a seu tempo tenho a certeza que serão concertizadas. Não se pode fazer em dois anos aquilo que a gestão danosa da CDU não fez em 12 anos. Esta é a verdade.

Luiz do Castelo disse...

"Palavras" que o vento leva para onde...não há eira nem beira... como dizia a minha avó que não sabia ler nem escrever,nem sequer imaginava que havia democracia.
Os actuais politicos, -todos?- estão mais interessados em degladiarem-se entre si do que resolverem problemas da sociedade.E esta, que não é composta sòmente pelas elites politicas e partidárias, ou outras,instaladas no leito e nas margens dos poderes instalados que começam no governo central vão desaguar nas autarquias,esquecem-se de Portugal e do seu povo,nós os portugueses anónimos.
Estamos num novo tipo de "ditaduras" que grande parte da comunicação social difunde e defende.Há de facto liberdade mas a verdade é que a manipulação da opinião pública com factos e problemas de outras latitudes -Birmânia,Iraque,noticias cor de rosa,futebol,etc,etc...condicionam e limitam a democracia e o desenvolvimento do nosso país.
....
Vejam o que se passa com a RTP/Rodrigues dos Santos - "futuro mártir" e candidato ao desemprego e ao subsídio...mais um desempregado!!!
Vejam e consultem o Brados do Alentejo e o que o Bruno escreveu,antes deste novo facto,sobre a actuação de Rodrigues dos Santos em 2004.
...
Estremoz tem potencialidades e o seu destino e futuro não vai ser obra de alguns iluminados.Ou será que ainda não nos libertámos dos homens/mulheres providenciais?

Anónimo disse...

Palavras para quê?

Anónimo disse...

Eu gostava de saber, o que os comunistas fizeram pela cidade, deixaram a camara no chão e sem obras visiveis.

estremocense disse...

Olha para este, agora vir para aqui a dizer coisas, diz lá o meu rosinha, o que é que têm feito em Estremoz, nada, só destruir.
Vejam as obras que fizeram, nenhumas, vocês são como o governo, prometem mas não cumprem.
Mas o povo nas urnas daqui a dois anos vos diz como é que elas vos mordem.

INE disse...

Estamos a meio do mandato e as intenções de voto no PS cresceram de forma extraordinária. O estudo ainda não divulgado mas que já está nas mãos da CDU diz o seguinte:
PS 42%; CDU 31%; PSD 24%; CDS 2%; Outros 1%.


08
Out 07

Comentar

 

Um jardim, assim se pode definir a Região Autónoma da Madeira. Uma zona de beleza ímpar no nosso País, bem cuidada, o abandono de imóveis ou degradados é escasso. Era bom, que os políticos do Continente, colocassem os olhos neste pequeno território de soberania Portuguesa e talvez, aprendessem alguma coisa. Esta ilha, num espaço de 15 anos, deu um pulo do dia para a noite, é ver as ligações rodoviárias, hoje assegurada por túneis, ligando a ilha pelo seu interior e facilitando, o mais rápido acesso, a todas as suas povoações.




A água, de bastante boa qualidade para o consumo humano, também nos encanta os olhos, em cascatas, como o véu da noiva, que foi originada pelos trabalhos de construção de um dos túneis.





No entanto, pude observar cidades piscatórias como Câmara de Lobos, de uma beleza ímpar e bem conservada. A zona de Porto Moniz, com as suas piscinas naturais, tem uma beleza ímpar, onde nos podemos deliciar, com um banho de agua salgada.












Em relação, ao Presidente do Governo Regional da Madeira, poderei dizer que superou todas as minhas expectativas, pois a ideia que os média nos colocam no continente, é bastante errada em relação a este governante, que se esmera a desenvolver uma região, para que mesma, que seja uma das mais avançadas da Europa e ai, pode ver-se o PIB da Madeira, superar o do Continente. No discurso, a que tive oportunidade de assistir, afirmo que se todos os nossos fazedores de politica a nível local, se interessassem verdadeiramente pelas regiões que administram, nós não teríamos uma Madeira desenvolvida, mas um Portugal desenvolvido. Para isso, o Governo central, teria que investir num todo e não, somente localizado em algumas situações de conjectura.
Penso, que os politicos do Continente, têm de aprender com o Dr Alberto João Jardim, como se governa uma região, ele é um exemplo a seguir. Por mim, só tenho de elogiar o trabalho deste grande politico Português.

Utilizando algumas das palavras de AJJ " Venham à Madeira, vejam, analisem e depois, decidam se se querem estabelecer. Eu não engano ninguém, nem vendo gato por lebre, como se faz por aí".

 


A lusa hoje referenciou esta empresa vitivinicula do nosso concelho

 

Estremoz, Évora, 08 Out (Lusa) - A empresa que produz o vinho regional alentejano Porta de Santa Catarina, de Estremoz, que exporta 45 por cento da sua produção, abriu uma nova adega nos arredores da cidade, disse hoje fonte da empresa.

José Poeiras, sócio-gerente da empresa, adiantou à agência Lusa que a nova adega, situada na Quinta dos Cardeais, freguesia de Santo Estevão, a cerca de 12 quilómetros de Estremoz, envolveu um investimento de 200 mil euros.

A adega, que começou a funcionar na actual campanha vitivinícola, está situada junto das duas vinhas da empresa, com 12,5 hectares, vindo substituir as antigas instalações que existiam na cidade.

De acordo com o responsável, a Sociedade Agrícola Poeiras e Xarepe já investiu um milhão de euros em sete anos de actividade, na aquisição de terrenos, nas duas vinhas, na adega e em equipamento.

Orlando Xarepe, também sócio-gerente da empresa, revelou à Lusa que a nova adega tem uma área de 700 metros quadrados e inclui uma zona de vinificação e armazenagem, cave de estágio em barricas de madeira, laboratório, escritórios e armazém de expedição de produtos acabados.

Com as novas instalações, a empresa pretende manter a produção de anos anteriores, apostando ainda mais na qualidade do produto.

A empresa produz, anualmente, entre 50 a 60 mil garrafas de vinho tinto e 14 a 15 mil de branco, ambos com a designação Porta de Santa Catarina, vendendo a totalidade da sua produção.

Para o mercado nacional é destinada 55 por cento da produção da Sociedade Agrícola Poeiras e Xarepe, enquanto que os restantes 45 por cento são exportados, sobretudo para os Estados Unidos, Brasil, Luxemburgo, Bélgica e Alemanha.

O vinho regional alentejano Porta de Santa Catarina tem recebido vários prémios a nível nacional e internacional.

A nova adega, de acordo com a empresa, está aberta para provas todos os dias úteis, das 17:00 às 19:00, e aos sábados, das 10:00 às 13:00, assim como através de marcação.

TCA.

Lusa/Fim

publicado por . às 21:16

comentar

 

A presente imagem, mostra como vivemos num belo País em termos comparativos, este produto é só uma mostra da diferença. 75 cêntimos na moeda antiga, 150$00. Já para não falar nas marcas locais que se podem adquirir a 1,5 € . emfim somos Portugueses.

02
Out 07

 


O amigo Trincheiras, voltou a atear o fogo Ecos - Terras Brancas, à volta do Nome "pasquim ", que segundo os dicionários tem o seguinte significado:

  • sátira afixada em lugar público ou posta em circulação clandestinamente;
    jornal ou folheto que difama.

A história, conta como surgiu o "Pasquim", na altura em que não havia edições escritas em papel.

Em conversas com o Director do Brados do Alentejo, muitas das vezes ouvi a expressão, " Vou-me embora, para ir fechar a edição do pasquim ".


Coloquei neste post, uma imagem de um jornal com esse nome e era, um jornal interessante. Este semanário, esteve activo até à década de 90. A última edição, de número 1.072, saiu em 11 de Novembro de 1991.


Portanto, a clandestinidade terminou e o avante, deixou de ser "pasquim". A sátira, ainda continua em jornais e revistas, logo conteúdo "pasquim". Vemos o que certos jornais, publicam em relação a "ALÁ" e que só por isso, podem ser considerados "pasquim", logo qualquer jornal tem momentos de "pasquim". Penso, que os dois jornais pela sua dimensão, deviam terminar com esta história o mais breve possível, a bem da informação local, que merece credibilização e não ser considerada, como aquilo que agora tanto discutem.

publicado por . às 20:02

 

 

Será! Verdade que a UI de Estremoz vai fechar?

Estou a falar da Unidade de Internameto, do Centro de Saúde de Estremoz, que ao que escutei nas conversas matinais de domingo, enquanto se fala sobre as noticias de meia duzia de jornais. Ao que parece, esta unidade irá encerrar as suas portas.

Se é assim, o que dizem as nossas autoridades locais, até agora ...

 

 

Iniciou-se hoje um acontecimento único, onde a ciência e a arte se juntam, para dar vida a 7 grandes acontecimentos científicos, são eles :




  • O Julgamento de Galileu

  • Os hemisférios de Magdeburgo

  • O Pêndulo de Foucault

  • O Eureka de Arquimedes

  • As Esferas de Buffon

  • A Queda dos Corpos

  • A descoberta do ADN


Podem ser observados todos estes eventos pela cidade, no período compreendido entre as 18 e as 24 horas, de hoje dia 29 de Setembro, e no mesmo horário, amanhã, dia 30 de Setembro de 2007.



A cerimónia de abertura, foi feita pelo grupo " TOCA A RUFAR " e por alguns dos 150 participantes no evento, esta cerimónia contou com a presença do Ministro Mariano Gago, que foi recebido por um pelotão, do Regimento de Cavalaria de Estremoz.



 

Exma. Sra.
Presidente da Assembleia Municipal
Srs. Deputados Municipais
Minhas Senhoras e Meus Senhores
Face à Declaração de Impacte Ambiental desfavorável, para a
construção do traçado da Variante a Estremoz do IP2 e
considerando a necessidade da sua construção urgente, solicito a V.
Exa., Sra. Presidente, que coloque à votação, a seguinte:
MOÇÃO
A Assembleia Municipal de Estremoz reunida na sua sessão
ordinária de 21 de Setembro de 2007, vem reiterar junto dos
órgãos competentes, a necessidade da construção urgente, da
Variante a Estremoz ao IP2 e:
1.Estranhar que, em 14 anos, não tenham sido estudados e
apresentados traçados alternativos pela promotora da obra.
2.Lamentar que o tráfego da Estrada Nacional18, continue a
passar pelo centro da cidade, junto a várias Escolas, Pavilhão e
Piscinas Municipais, Lar para Idosos, Centro de Saúde,
Urgências e Centro de Emprego, locais onde se deslocam,
diariamente, centenas, senão milhares de cidadãos.
3.Que nos traçados alternativos a apresentar, sejam reduzidos
os Impactes Negativos ao mínimo possível.
4.Reafirmar que:
a) A construção da Variante é de importância crucial,
para a Cidade, a Região e o País.
b) Os poderes públicos locais, regionais e nacionais,
têm mostrado vontade política para que a Variante
seja construída.
c) Se compreendem e aceitam as razões apresentadas
para que a decisão, do Ministério do Ambiente,
tenha sido negativa.
d) Aqueles que nos elegeram anseiam pela construção
urgente da Variante, que os estudos para a sua
construção e a sua concretização tenham carácter
prioritário.
5. Dar conhecimento do teor desta moção a: todos os
munícipes, à comunicação social local, regional e
nacional, ao Governo Civil, aos Ministérios das Obras
Públicas e do Ambiente e às Estradas de Portugal SA.
Estremoz, 21 de Setembro de 2007
O Grupo Municipal do Partido Socialista


 


Para aceder à página das devoluções da EDP, clique no ícone da EDP, mais uma maneira, de colaborarmos com os nossos visitantes.

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

correio para mim, é aqui ADVALOREM ALENTEJANICES ALENTEJO SAPIENTIA ALTO DA PRAÇA ANABELA SARAMAGO TEMPLO DO GIRALDO ARTESANATO MEU BLOG DE NOTAS JORNAL BRADOS DO ALENTEJO CANO ON LINE CARREIRAS ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA CIDADELA DE ESTREMOZ STAL ESTREMOZ SINTAP CLUBE DE FUTEBOL DE ESTREMOZ CLUBE DE FUTEBOL DE ESTREMOZ JORNAL ECOS ESTOU NA SESTA ESTREMOZ CULTURA ESTREMOZ EM DEBATE no Blogspot ESTREMOZ O FUTURO É HOJE ESTREMOZNET ESTREMOZ SOEIRO ETZ EVENTOS EU TU E O GADANHA GAMBUTAS TEAM GERAÇÃO XXI HOJE APITO EU HOQUEI JUNTA DE FREGUESIA DE SANTA MARIA - ESTREMOZ JOSÉ GONÇALEZ JOSÉ GONÇALEZ JOSÉ GONÇALEZ JOSÉ GONÇALEZ KONTRA FACTOS E KONTRA FEITOS KRUZES KANHOTO 1 KRUZES KANHOTO 2 LOMOCLUBE DE ESTREMOZ MÃO NEGRA DE ESTREMOZ MÃO NEGRA DE ESTREMOZ O CASTELO NÃO FOGE PICALIMA PLANICÍE DOURADA REVISITAR A EDUCAÇÃO RADIOMODELISMO ESTREMOZ TORRE ESTREMOZ VEÍCULOS CLÁSSICOS ESTREMOZ ZÉ DE MELLO CARTÃO EUROPEU DE SEGURO DE DOENÇA DECLARAÇÕES ELECTRÓNICAS DIÁRIO DA REPUBLICA ELECTRÓNICO GOVERNO PORTUGUÊS