Um espaço aberto à opinião desde que respeite a opinião dos outros.

22
Jan 06

LxBandeira308.jpg


FOI ELEITO HOJE O NOVO PRESIDENTE DA RÉPUBLICA PORTUGUESA, ANIBAL CAVACO SILVA QUE IRÁ SUCEDER A JORGE SAMPAIO NO COMANDO DOS DESTINOS DE PORTUGAL.


ESPERAMOS QUE SEJA O PRESIDENTE DE TODOS OS PORTUGUESES, QUE SEJA O GARANTE DA ESTABILIDADE E DO DESENVOLVIMENTO ECONÓMICO E SOCIAL ENFIM SEJA O FIEL DA BALANÇA.


 

publicado por . às 23:25

Caro AJPRamos, o Salazar I, nunca me calou e não vai ser um tipo qualquer de Boliqueime que me vai calar. Acredite que não foi o povo que escolheu Cavaco para Presidente da República, mas sim os órgãos de Comunicação Social dominados pelo grande capital financeiro que manipularam as eleições à sua maneira e segundo as suas conveniências (tenha em conta que isto não é nenhum argumento esquerdista como muitas vezes é costume querer fazer querer - mas tem um fundamento cuja explicação vai para além daquilo que poderei aqui escrever). Não gosto e não me revejo no país dos tachos e das cunhas de Sócrates e de Cavaco Silva (isso é o meu ponto de honra - e não me adianto muito, porque alguém que sabe muito bem por onde anda fica, se tiver o mínimo de consciência, mal consigo próprio ao ler certas verdades), portanto vou continuar por aqui a combater, usando os meios de que disponho, e que são principal e fundamentalmente o direito à palavra, e esse não me vão retirar. "Todos têm o direito de exprimir e divulgar livremente o seu pensamento pela palavra, pela imagem ou por qualquer outro meio, bem como o direito de informar, de se informar e de ser informados, sem impedimentos nem discriminações.” Isto consta da Constituição da República Portuguesa, como tal não vamos ser uns "SIM SENHOR PRESIDENTE". Note por exemplo que em Estremoz Cavaco Silva teve o apoio de 3160 eleitores ou seja de 23% dos mesmos. A soma dos votos de Garcia Pereira com Jerónimo de Sousa e Manuel Alegre totaliza 3770 eleitores ou seja 28% mais 5% que Cavaco Silva. Sem contar com Mário Soares, cujo papel ainda estou para entender, mais claramente, qual foi, que teve o apoio de 1175 eleitores (9%). Mas não esqueça que 5221 eleitores (39%) não foram votar e vale a pena pensar porquê. Mas não é difícil concluir que o povo não escolheu Cavaco Silva. O Povo manifestou-se, abstendo-se (39%), contra as práticas políticas das últimas décadas, porque está zangado com as decisões dos dirigentes políticos deste país. E assim pergunto! Vou para o estrangeiro já ali ao lado? Não vou meu caro! Porque a minha Pátria está aqui. O meu País está aqui. E revejo-me no meu País, não me revejo é na escumalha que actualmente tem o poder político neste Portugal. Deixe-me terminar dizendo apenas que tenho memória, e não me esqueço que se alguém é responsável pela situação económico-financeira que o país atravessa, esse alguém não se chama António Guterres, nem Durão Barroso, nem Santana Lopes, chama-se Aníbal Cavaco Silva. Foi ele o responsável pelo esbanjar dos fundos comunitários que durante o período em que foi primeiro-ministro afluíram em quantidade mais que suficiente para criar as condições de um desenvolvimento sustentável, que aqui ao lado a nossa vizinha Espanha soube aproveitar, mas que cá foram esbanjados da pior forma em Jipes, Casas de férias, etc. etc. Muito poderia continuar a escrever mas termino apenas para deixar claro que nada me move contra as pessoas consideradas individualmente mas sim contra as suas práticas políticas. E espero que esta minha intervenção não seja entendida como um contra tudo e contra todos, mas sim como uma opinião muito consciente que tenho, sobre a actyual situação política.AJPM
</a>
(mailto:a_j_p_m@sapo.pt)
Anónimo a 31 de Janeiro de 2006 às 02:27

Pois caro AJPM, tal e qual como mais de 50% dos eleitores que exerceram o seu direito de voto em democracia e escolheram o novo presidente seja democrata e aceite a derrota, não queria acreditar que não o saiba fazer. E se for o Salazar II (ridiculo), olhe aguente pois foi o povo que o escolheu, inclusivé pelo Alentejo fora. Se não gosta ou não se revê no seu país, o estrangeiro é já ali ao lado e espere 5 anos para poder votar de novo. Viva Portugal.AJRamos
(http://alentejanices.blogs.sapo.pt)
(mailto:antoniojbramos@sapo.pt)
Anónimo a 24 de Janeiro de 2006 às 07:53

Qual fiel da balança qual carapuça! Cavaco vai ser o subscritor da política anti-social e neoliberal de Sócrates. Isto até parece que foi escrito num Blog de Direita. Porra! caro Webmaster. Tenha juizo e pense duas vezes antes de escrever elogios a SALAZAR II.AJPM
</a>
(mailto:a_j_p_m@sapo.pt)
Anónimo a 24 de Janeiro de 2006 às 02:23