Um espaço aberto à opinião desde que respeite a opinião dos outros.

16
Jul 06

Confrontados com a privatização da água em carta de intenções do Município de Estremoz, os munícipes que em Outubro passado, passaram ao Partido Socialista o governo desta cidade, devem estar de candeias às avessas com os seus eleitos, pois foi aprovado na ultima reunião de Câmara com os votos do PS e do PSD, a saída de um sistema de gestão multimunicipal de aguas, em que os municípios são os gestores do abastecimento de agua em alta, para se passar para as Aguas do Centro Alentejo de capitais maioritariamente privados, sendo o município de Estremoz parceiro da AMAMB, com contrato de parceria até Dezembro de 2007, corre o risco se a sua saída for aprovada na próxima reunião da Assembleia Municipal que irá decorrer no próximo dia 20, de o Município de Estremoz ter de indemnizar a AMAMB em vários milhoes de contos e como, o irá fazer ? Será a custa da venda do seu património? Será a custa do fecho das secções que vão ser privatizadas, despedindo ou passando esses trabalhadores para a situação de excedentes? Ou irá inventar uma galinha dos ovos de ouro, para resolver o problema da divida que irá criar?

No meu entender, populações dos pequenos aglomerados urbanos, São bento de Ana Loura, Gloria, Santo Estêvão , ... irão sofrer com a privatização da agua em Baixa, ( dos depósitos até ao consumidor). Com a privatização da agua deixam de ser rentáveis, logo não interessa abastecer , esta proposta  também foi aprovada na ultima reunião de câmara com os votos favoráveis do eleitos do PS e do PSD, simplesmente ainda não foi submetida à Assembleia Municipal.

Deve assim a população do concelho de Estremoz, participar massivamente na próxima reunião da Assembleia Municipal de dia 20, fazendo chegar o seu desagrado aos eleitos na Assembleia Municipal, para que esta proposta não seja aprovada.

A agua é um bem essencial à vida, deve continuar a pertencer ao domínio público e não a meia dúzia de indivíduos, que apenas vêm o lucro e não as necessidades de um povo.

 

publicado por . às 00:08

Este tipo de comentários a desinformar a população dão dó! O Webmaster e a CDU que me mostrem o documento onde está escrito que a autarquia tem que indeminizar a AMAMB.
É ridiculo, Estremoz devia ter saído da AMAMB há anos, aliás, nunca lá devia ter entrado.
Não me admira nada que os comunistas andem completamente às aranhas pois a AMAMB é, provavelmente, o único bastião que ainda dominam no Alentejo.
É natural que Estremoz deixe a AMAMB à semelhança do que aconteceu já com a maioria dos concelhos alto alentejanos. Ou os outros estão tb todos enganados?
AGUADEIRO a 16 de Julho de 2006 às 15:27

Pois, quando desinformar é dizer a verdade, podemos continuar a ver com aquelas celebres palas que alguns quadrúpedes usam aquilo que queremos ver e somente isso, desde que o orientador mor diga que isso é o melhor para Estremoz, mas a realidade é que existem diferenças entre o ser e o parecer. Inevitavelmente o contrato com a AMAMB é até 31 de Dezembro de 2007, se for interrompido a entidade que sai, tem de indemnizar a outra ou esse tipo de compromisso, é só para os outros.
Albino a 16 de Julho de 2006 às 16:16

Sem querer senhora da verdade parece-me que este tema carece de algum esclarecimento e oportunidade já que me parece que a ser verdade, outros concelhos do país entraram na privatização e com excelentes resultados para as populações para além da poupança de milhões de euros só em pessoal que ficará desafecto a essa área do município e será utilizado noutras tarefas. Vamos ser justos e justas nos comentários que fizermos porque se é bom para uns também o é para outros. Não me aquece nem arrefece o facto de ser as águas de Portugal ou outra qualquer empresa mas creio que só virá a beneficiar o nosso concelho. O que a CDU diz parece de terceiro mundo porque ninguém noutros ficou sem água só porque vive em zonas isoladas o que melhorou bastane foi a qualidade da água e a sua distribuição.
Maria R. S. a 16 de Julho de 2006 às 18:46

Embora partilhe algumas das tuas preocupações relativamente a esta matéria não me parece que esta decisão da autarquia, a confirmar-se, seja algo de dramático para o concelho e sua população. Vai isso isso obrigar a novas opções que no actual quadro do poder autárquico me parecem muito, mas muito dificeis de implementar....
Céptico a 16 de Julho de 2006 às 21:07

Começo por dar os parabéns ao Albino pela qualidade do seu blog e o cuidado que apresenta em não publicar comentários inadequados. Com esta atitude o Albino está a criar um núcleo de utilizadores moderado e racional. Começo por dizer que concordo com a privatização da água em alta ou seja, do furo até aso depósitos mas também concordo que se avançe a todo o gaz para a privatização da água em baixa ou seja, dos depósitos até nossa casa. Sei que se perde cerca de 50% da captação por causa de problemas vários. Com a privatização tudo muda para melhor, melhor qualidade no abastecimento, na qualidade da água e no controle até nossas casas. Quanto ao preço penso que tratando-se da empresa Águas do Norte Alentejano uma empresa pública está garantido o preço justo a pagar. Sou a favor totalmente da privatização da água no Concelho de Estremoz. Agradeço a publicação. J. Filipe Mendes - Estremoz
J. Filipe Mendes - Estremoz a 18 de Julho de 2006 às 00:50

Julgo que a questão deve ser abordada de outra forma, sob o ponto de vista político. Quem é de "esquerda", como eu, preocupa-se com , entre outras, 3 coisas: 1) que os cidadãos sejam (e se sintam)donos do seu património, água incluído 2) Que a gestão desse património seja feita pelos seus representantes 3) Que possa usufruir desse património nas melhores condições (neste caso, preço, qualidade, etc ) Não sei se a saída da AMAMB para as Aguas do Alentejo viola esses princípios, ou seja, se os estremocenses passam a ser menos donos, do que eram, da sua água, se os eleitos autarcas passam a poder acompanhar menos, do que faziam, a sua gestão e, finalmente, se o preço/qualidade piora. É isso que tem de ser claramente demonstrado. Não podemos ser maniqueístas e pensar que tudo o que tem capitais privados é mau... Dando um exemplo que, embora ridículo, serve : o facto de parte do Castelo estar a ser usado pela Pousada (um privado, o Grupo Pestana) faz com que os estremocenses tenham deixado de o ver como "seu" ? Ou será que isso, serviu, sim, para a uma melhor conservação, logo, serviu melhor esse sentido de identificação de todos com o Castelo ?...
abel a 18 de Julho de 2006 às 11:46

O Abel faz aqui um comentário que entendo eu é dos mais inteligentes que até agora me foi dado observar. A sua visão do problema é Ipsis Verbis na totalidade o que eu penso sobre o assunto da água. Parabenizo-o pela oportunidade do comentário para além da simplicidade e veracidade das suas palavras. Joana F. M.
Anónima a 20 de Julho de 2006 às 00:56

Caríssima Joana (não sem quem é mas gostava )
Tentar elevar e simplificar o nível do combate cívico e político sempre foi a minha maneira de estar.
Ainda bem que existe quem o entende !
abel a 20 de Julho de 2006 às 12:55

Penso que a decisão da autarquia só peca por tardia. Estremoz devia ter abandonado a AMAMB logo após as eleições, tal como fez o Alandroal.
APD a 18 de Julho de 2006 às 20:17

Era assim em 2003
Foi criada a Associação de Municípios do Alto Alentejo para o Ambiente (AMAMB), constituída pelos municípios de Estremoz, Montemor-o-Novo, Mora, Vendas Novas e Arraiolos, cuja escritura pública foi efectuada no Cartório Notarial de Estremoz no passado dia 10 de Outubro/2003
Continuava assim em 2005
Para concretizar estes objectivos foi constituída a Associação de Municípios para o Ambiente/Alto Alentejo (AMAMB) que integra os municípios de Arraiolos, Montemor-o-Novo, Estremoz, Mora, Vendas Novas (e Vila Viçosa em processo de adesão).
Porém, a acção destes municípios vem sendo objecto de um boicote por parte dos sucessivos governos, conforme foi denunciado em conferência de imprensa realizada na Barragem dos Minutos, no passado dia 14/02/2005, com a presença dos Presidentes das Câmaras Municipais, Jerónimo Loios (Arraiolos), Pinto Sá (Montemor-o-Novo, Luís Mourinha (Estremoz), José Sinogas (Mora) e José Filipe Barradas ( Vendas Novas).
Nesta conferencia de imprensa, Jerónimo Loios, Presidente da Câmara Municipal de Arraiolos e do Conselho de Administração da AMAMB afirmou que a apresentação de uma queixa contra o Estado Português, nas instâncias europeias, é uma questão a ponderar face aos prejuízos causados à população pelo atraso nos investimentos necessários para que o abastecimento de água não seja posto em causa.
Segundo a pagina oficial da CM de Arraiolos, não vejo aqui a câmara do Alandroal, verifique a sua informação, porque deve ser de sua conveniência ou aquilo que mais lhe agrada para Estremoz, pode não ser “o melhor para Estremoz”, já que vivemos no “coração do Alentejo”, como diz o município.
Aristides a 18 de Julho de 2006 às 22:33

A não perder em Estremoz:
http://www.cm-estremoz.pt/mariza/
Paulo Simões a 19 de Julho de 2006 às 17:16

Seria interessante colocar aqui também o Comunicado por acaso muito bem redigido e transparente do Presidente da Câmara Municipal de Estremoz.
J. Filipe Mendes a 19 de Julho de 2006 às 20:02

(CONTINUAÇÃO) impostas pelas normas internacionais.
12. É nossa inequívoca vontade a garantia da estabilidade laboral de todos os trabalhadores de acordo com a legislação em vigor, garantido os postos de trabalho e respectivos direiros laborais.

CHEGA DE IMOBILISMO E DE MARASMO. DEIXEM-NOS RESOLVER OS PROBELMAS ESTRUTURAIS DO CONCELHO.
O QUE ESTÁ EM CAUSA É GARANTIR DE MODO SUSTENTADO O FORNECIMENTO DE ÁGUA EM QUANTIDADE E QUALIDADE, A PREÇOS CONTROLADOS E ACESSÍVEIS AOS NOSSOS MUNÍCIPES.
CHEGA DE PARTIDARIDE (QUE RAIO DE CDU É ESTA QUE NÃO SABE FAZER POLÍTICA SÉRIA??'), OS ESTREMOCENSES T~EM DIREITO A TER OS PROBELMAS RESOLVIDOS E QUALIDADE DE VIDA.

NOTA: TRANSCREVI O COMUNICADO DA CÂMARA MUNICIPAL DE ESTREMOZ
J. Filipe Mendes a 19 de Julho de 2006 às 21:13

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

correio para mim, é aqui ADVALOREM ALENTEJANICES ALENTEJO SAPIENTIA ALTO DA PRAÇA ANABELA SARAMAGO TEMPLO DO GIRALDO ARTESANATO MEU BLOG DE NOTAS JORNAL BRADOS DO ALENTEJO CANO ON LINE CARREIRAS ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA CIDADELA DE ESTREMOZ STAL ESTREMOZ SINTAP CLUBE DE FUTEBOL DE ESTREMOZ CLUBE DE FUTEBOL DE ESTREMOZ JORNAL ECOS ESTOU NA SESTA ESTREMOZ CULTURA ESTREMOZ EM DEBATE no Blogspot ESTREMOZ O FUTURO É HOJE ESTREMOZNET ESTREMOZ SOEIRO ETZ EVENTOS EU TU E O GADANHA GAMBUTAS TEAM GERAÇÃO XXI HOJE APITO EU HOQUEI JUNTA DE FREGUESIA DE SANTA MARIA - ESTREMOZ JOSÉ GONÇALEZ JOSÉ GONÇALEZ JOSÉ GONÇALEZ JOSÉ GONÇALEZ KONTRA FACTOS E KONTRA FEITOS KRUZES KANHOTO 1 KRUZES KANHOTO 2 LOMOCLUBE DE ESTREMOZ MÃO NEGRA DE ESTREMOZ MÃO NEGRA DE ESTREMOZ O CASTELO NÃO FOGE PICALIMA PLANICÍE DOURADA REVISITAR A EDUCAÇÃO RADIOMODELISMO ESTREMOZ TORRE ESTREMOZ VEÍCULOS CLÁSSICOS ESTREMOZ ZÉ DE MELLO CARTÃO EUROPEU DE SEGURO DE DOENÇA DECLARAÇÕES ELECTRÓNICAS DIÁRIO DA REPUBLICA ELECTRÓNICO GOVERNO PORTUGUÊS