Um espaço aberto à opinião desde que respeite a opinião dos outros.

24
Abr 08

A Câmara Municipal de Estremoz levou a efeito no dia 23 de Abril de 2008, a assinatura de Protocolos com diversas entidades no âmbito da Regeneração Urbana, de acordo com a política de cidades POLIS XXI, que dá um particular enfoque à dimensão da regeneração urbana em espaços intra-urbanos, visando a coesão e a coerência do conjunto da cidade e a qualificação dos factores determinantes da qualidade de vida da população.
Esta política fixa, como um dos principais instrumentos de política, as parcerias para a regeneração urbana, correspondendo estas a programas de acção orientados para a revitalização integrada dos referidos espaços.
A política de cidades POLIS XXI e, em particular, as parcerias para a regeneração urbana, tem como principais características:
> Implementação descentralizada – decorrente das iniciativas e das propostas locais, não havendo predefinição das cidades nem dos projectos a apoiar;
> Selecção por procedimento concursal – selecção pela da qualidade das propostas, mediante a avaliação das candidaturas em função da coerência estratégica, da inovação, do valor acrescentado e da qualidade das parcerias revelados pelas propostas;

> Programação estratégica – apoio suportado em programas de acção estratégicos, elaborados a partir de uma visão partilhada dos objectivos e opções de desenvolvimento da cidade pelos vários actores envolvidos e que garantem a convergência de actuação desses vários actores;
> Contratualização – recurso generalizado ao princípio da contratualização, quer através do estabelecimento de parcerias sólidas, a nível local, como também no acesso aos recursos financeiros: contratualização de metas e resultados;
> Constituição de uma parceria local – liderada pelo município, envolvendo outros actores urbanos (empresas, associações empresariais, serviços da AC, fundações, ONG, moradores e suas associações, proprietários, etc.) sejam ou não elegíveis como beneficiários do Programa Operacional;

> Suportada por um Programa de Acção – integrando as dimensões física, económica, social e cultural e envolvendo operações da responsabilidade de diversos parceiros, num horizonte de execução de 3 anos, com metas objectivas de realização e de resultados;
> Mérito dos Programas de Acção – como critério de selecção das candidaturas, no âmbito de concursos regionais, atento à qualidade do programa de acção, à sua articulação com políticas territoriais, ao efeito multiplicador dos fundos comunitários, etc.

O Gabinete de Imprensa
imprensa@cm-estremoz.pt
Nota de imprensa Nº 301
de 24 de Abril de 2008

(foto Município de Estremoz)
publicado por . às 18:25

correio para mim, é aqui ADVALOREM ALENTEJANICES ALENTEJO SAPIENTIA ALTO DA PRAÇA ANABELA SARAMAGO TEMPLO DO GIRALDO ARTESANATO MEU BLOG DE NOTAS JORNAL BRADOS DO ALENTEJO CANO ON LINE CARREIRAS ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA CIDADELA DE ESTREMOZ STAL ESTREMOZ SINTAP CLUBE DE FUTEBOL DE ESTREMOZ CLUBE DE FUTEBOL DE ESTREMOZ JORNAL ECOS ESTOU NA SESTA ESTREMOZ CULTURA ESTREMOZ EM DEBATE no Blogspot ESTREMOZ O FUTURO É HOJE ESTREMOZNET ESTREMOZ SOEIRO ETZ EVENTOS EU TU E O GADANHA GAMBUTAS TEAM GERAÇÃO XXI HOJE APITO EU HOQUEI JUNTA DE FREGUESIA DE SANTA MARIA - ESTREMOZ JOSÉ GONÇALEZ JOSÉ GONÇALEZ JOSÉ GONÇALEZ JOSÉ GONÇALEZ KONTRA FACTOS E KONTRA FEITOS KRUZES KANHOTO 1 KRUZES KANHOTO 2 LOMOCLUBE DE ESTREMOZ MÃO NEGRA DE ESTREMOZ MÃO NEGRA DE ESTREMOZ O CASTELO NÃO FOGE PICALIMA PLANICÍE DOURADA REVISITAR A EDUCAÇÃO RADIOMODELISMO ESTREMOZ TORRE ESTREMOZ VEÍCULOS CLÁSSICOS ESTREMOZ ZÉ DE MELLO CARTÃO EUROPEU DE SEGURO DE DOENÇA DECLARAÇÕES ELECTRÓNICAS DIÁRIO DA REPUBLICA ELECTRÓNICO GOVERNO PORTUGUÊS
arquivos